Sobre mim


Ricardo Paraiso Delgado Júnior, 33 anos, natural de Recife - PE, é multi-artista, multi-instrumentista e bacharel em música (Contrabaixo Acústico) pela Universidade Federal de Pernambuco.

Paraiso foi Colunista da Revista BassPlayer durante 3 anos, gravou trilhas sonoras para algumas novelas da Globo. Também é o criador dos treinamentos intensivos para contrabaixo "Técnicas incríveis” (2014) e “Improviso no Baixo”(2016), onde adquiriu alunos no mundo inteiro.

Ricardinho foi endorsee das marcas internacionais: Aguilar, Dr strings, Gruvgear e Mayones Basses. Atualmente trabalha com as marcas: Elixir, Shure, Roland, Boss Brasil, Le Amp, Offero e SJ Guitars and Basses.

Na área pedagógica, Ricardinho lecionou no Centro de Educação Musical de Olinda (CEMO) e no Conservatório Pernambucano de Música (CPM). Atualmente ensina contrabaixo elétrico na Escola de música e Tecnologia (EM&T) em São Paulo. Realizou também diversos Workshops pelo Brasil.

Como músico instrumentista, Paraiso toca no programa do Datena, intitulado; “Agora é Domingo” no quadro “Caixa de Talentos” (Band TV), é contrabaixista da banda instrumental Silibrina, uma banda instrumental brasileira em ascensão, que realizou duas turnês internacionais em 2018; No começo do ano nos Estados Unidos (Texas, New Jersey e New York) e no meio do ano na Europa (Espanha e Portugal).

Em 2017 iniciou o projeto em duo com sua esposa e também musicista, Mayara Paraiso, chamado “Casal do Baixo”, onde agregam o contrabaixo acústico, contrabaixo elétrico, percussão, composições autorais e alguns elementos da música popular e clássica. A estreia do projeto foi no SESC Belenzinho à convite do grande músico e padrinho Celso Pixinga. Ainda em 2017 participaram do festival internacional de contrabaixo realizado em São Luís do Maranhão

Atualmente, Ricardinho está gravando e produzindo mais um trabalho autoral, mesclando músicas cantadas e improvisos. Em seus dois primeiros trabalhos como compositor, arranjador e instrumentista, ele gravou dois discos autorais; O Primeiro, ”Além de Nós” (2006) que lhe rendeu dois prêmios em 2010 no festival FAMPOP em Avaré (SP) e o segundo, intitulado: “Nordestrônico” (2015) em parceria com o baterista e amigo Renato Lemos.


Galeria de Fotos